Quinta-feira, 24 de Junho de 2004

Jorge Ben Sanjoanino...

 


s_joao_1_2003.jpg


(Foto cedida sem o saber pelo Eduardo)


 


Quatro horas de sono no pelo... puxa, já nem sei como aguento. Pouca gente nas ruas, este ano. Não sei se por causa da chuva, se pelo cartaz de animações pouco atrativo. Isso é bom para a Câmara, mas mau para os vileiros... e até o fogo de artifício sofreu com os cortes orçamentais...


Mesmo debaixo de chuva, eu e a Ana calcorreamos Vila do Conde de lés a lés... Devia ter ido com mais calma, pois os pimentos que comi ao jantar causaram-me indisposição... Toma lá, que é para aprenderes a não ser comilão... Portanto, águas das pedras qb, para aguentar...


Pelo caminho, os cumprimentos do costume: os meus amigos que, este ano, não se reuniram... filhos, pois... já nada é como antigamente... agora os filhos são aquele peso confortável, a quem quase tudo é permitido, e as mulheres, sempre lúcidas, sempre a dar instruções... e os meus amigos, outrora rebeldes, são agora obedientes e eu sei que estão felizes... mais que outrora... ou outra hora... tropecei no Engº Hermenegildo que, como sempre, foi simpático para comigo... e eu pensei: É este o "monstro" que outros Mários e afins falam, de conspirações medievais e maçónicas reuniões secretas?... depois pensei: 33, 33, 33,... 


Trinta era o meu professor de ginástica dos meus tempos de liceu... um ex comando, sargentão, que nos punha a todos em sentido ao estaladão... um verdadeiro cabrão...


30, 30, 33... 33 são também os degraus que levam ao coração do Monte, pejado de fiéis do Rancho das Rendilheiras, mesmo em frente ao Vitorino do famoso Champarrião...


Terá que ficar para a próxima... malditos pimentos indigestos, que me fizeram suar em bica... e um encontro inesperado no Monte com o meu amigo que sonha com uma Vila do Conde espraiada entre pinhais, rio e mar... Não se encontra uma Vila assim em qualquer lado... o José sabia-o melhor que ninguém e até escreveu sobre isso, mas poucos se lembram... só em tertúlias intlectuais se fala do assunto, e geralmente em verso, porque a prosa... bem, a prosa entre o meu amigo e eu foi um pouco confusa, barulhenta do arraial e danças... terá que ficar para mais tarde, um dia, quem sabe se defronte à praia da minha meninice...


33, 33, 33... foram os degraus que descemos... em direcção ao rio, um toque no telemóvel, máquina maldita mas útil... minha irmã está em Vila do Conde e quer-se encontrar comigo... o fogo de artifício começa, e corremos para o interior de um café suado, de gente suada pelo calor da folia, como no poema do Luis Pinto Coelho...


Durante o fogo, conversas sobre carótidas entupidas, excesso de peso, tensão arterial...  conversa de médico, mas sei que a minha irmã está preocupada comigo, com o meu deixa andar... amanhã penso nisso, se tiver tempo... maldito tempo da morrinha de S. João, tão famosa quanto incomodativa... não vai dar para ir até à praia namorar ao luar, porque não há luar, apesar de a praia estar lá... mas nesse aspecto, S. João é quando se quiser, certo?...


 

publicado por siX às 12:42
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De siX a 29 de Junho de 2004 às 14:39
tens toda a razão, joão...


De Joo Martins a 29 de Junho de 2004 às 10:59
A foto que acompanha este post faz-nos lembrar da beleza de Vila do Conde! Numa cidade com tanta beleza a festa é quando nós quisermos...


De Eduardo A. Silva a 25 de Junho de 2004 às 08:28
Claro que este S. Joao nao foi o mesmo... Eu nao estava por la!;) Para o ano estarei e garanto que vai ser do melhor!:)
Por outro lado, vivi com o teu post o "nosso S. Joao Bileiro".
Gostei e obrigado, siX!


De siX a 24 de Junho de 2004 às 17:53
é da ressaca... no s. pedro isso cura-se :)


De Finurias a 24 de Junho de 2004 às 17:50
estou cá com umas dores de cabeça !


Comentar post

    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

.

.os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • .passado

    .adjectivos

    .mixórdias

    . Outubro 2004

    . Setembro 2004

    . Agosto 2004

    . Julho 2004

    . Junho 2004

    . Maio 2004

    . Abril 2004

    . Março 2004

    .lataria e afins

    . mudanças são sempre aborr...

    . la lute...

    . cais

    . x-libris vileiro - Socorr...

    . polis VC-QD

    . x-libris vileiro - Grande...

    . luto...

    . x-libris vileiro - Cine N...

    . vira livre

    . nós de metro... e o Porto...

    .subscrever feeds