Sábado, 8 de Maio de 2004

siX K. Dick...

 


apocalipse.jpg


Estamos na era do Apocalipse. A falta de respeito pelo mundo em que vivemos e o desprezo com que a mâe Natureza é enxovalhada em prol do lucro rápido, protagonizado pelas maiores potência mundiais, vai ser catrastófico para os filhos dos nossos filhos... «No future», berrava Johny Rotten do alto do trono!... E eu tenho que lhe dar razão.


A não ratificação do Protocolo de Quioto, que estabelecia metas específicas para redução das emissões dos gases provocadores do efeito de estufa,  pelos Estados Unidos, veio desencadear que outros países industrializados, como a Rússia ( um dos países mais poluidores do mundo ), não reconhecessem as bases científicas dos estudos sobre as mudanças climáticas e suas conseqüências.  Os EUA, por exemplo, ficam em primeiro lugar na lista de emissores de gases de efeito estufa e teriam como meta uma diminuição de 7% em sua indesejada produção de CO2. No entanto, estudos recentes indicam que a produção de CO2 no passado ano sofreu um incremento de 25%...


O estigmatizado Eldritch, sob a batuta de Philip e na sua infinita sabedoria diria: «O inferno é um futuro no espaço. Um futuro em que, a qualquer momento, se pode ser deportado para colonizar outros planetas».


Tanto desprezo pelo mundo só tem uma explicação: um novo mundo.


Tive a oportunidade de assistir aos discursos de alguns sábios e suas conclusões: caso a emissão de gases para a atmosfera não seja reduzida na ordem dos 70%, eles prevêm que daqui a cinquenta anos, tudo por que lutamos deixará de fazer sentido. Certas catástrofes naturais, que ocorrem uma vez de dez em dez anos, passarão a ocorrer de ano a ano devido às alterações climatéricas... Povoações serão riscadas do mapa, inundações ocorrerão inesperadamente e os recursos naturais tenderão a desaparecer. Será a lei da sobrevivência, e só o mais forte sobreviverá. As diferenças raciais subirão de tom, o que , aliás, já se verifica, e as sociais serão cada vez mais acentuadas... Ou seja, o cenário pintado é absolutamente caótico... apocalíptico...


No entanto, os americanos já chegaram a Marte... Como estamos em plena revolução tecnodigital, extremamente rápida e cada vez mais evolutiva, não me admirava nada que o primeiro cosmonauta pisasse o seu terreno dentro de 30 anos: um novo mundo à mão de semear... "Mas em Marte não existe vida e é impossível lá sobreviver" - dirão os mais cépticos. Será?...


Há cientistas americanos a efectuar estudos de forma a desencadear artificialmente um efeito de estufa, devido à grande concentração de dióxido de carbono que recolheu ao solo. Em termos leigos, o desencadeamento de um efeito de estufa em Marte libertaria essa concentração de dióxido de carbono para o espaço e aqueceria o planeta (ver explicação científica aqui)...


A destruição sistemática do nosso planeta não é acidental. É uma realidade fria e cruel. Planeada e contabilizada. Um dia, só os eleitos designados sobreviverão, quando este planeta estiver morto e esgotado de recursos.


 

publicado por siX às 20:20
link do post | comentar | favorito
    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

.

.os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • .passado

    .adjectivos

    .mixórdias

    . Outubro 2004

    . Setembro 2004

    . Agosto 2004

    . Julho 2004

    . Junho 2004

    . Maio 2004

    . Abril 2004

    . Março 2004

    .lataria e afins

    . mudanças são sempre aborr...

    . la lute...

    . cais

    . x-libris vileiro - Socorr...

    . polis VC-QD

    . x-libris vileiro - Grande...

    . luto...

    . x-libris vileiro - Cine N...

    . vira livre

    . nós de metro... e o Porto...

    .subscrever feeds